sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Tipos de foz!


A foz (o lugar onde o rio desemboca no mar) pode adquirir características de estuário ou delta.

Estuário

Foz em Estuário. (Em azul o rio e em verde a terra firme)
Quando a foz do rio é em estuário, quer dizer que ela desemboca no mar em forma de um único canal, sem qualquer tipo de formação adicional. Simplesmente há uma ligação direta entre rio e mar.

Delta
Foz em Delta
Já na foz em delta, o que ocorre é uma ligação cheia de "veias" com o mar, onde ocorre inclusive e criação de ilhas entre as ligações.

Foz Mista
Foz do Rio Amazonas. Imagem: Wikimedia
Também há um caso exclusivo do Rio Amazonas, em que a foz do rio é ao mesmo tempo estuário e delta. O grande volume do rio cria uma "braço" que circunda parte da Ilha do Marajó, ao mesmo tempo que o delta segue a oeste da mesma, pois o rio localiza-se em uma planície (geralmente os rios em planícies tem foz em delta).

Tipos de indústrias!

    As indústrias fazem parte da humanidade desde a Primeira Revolução Industrial que teve início no final do século XVIII e começo do século XIX na Inglaterra. Desde aquela época até os dias atuais essa atividade econômica passou por uma enorme evolução tecnológica, além das mudanças quanto aos tipos de mercadorias produzidas. 
   A indústria está incumbida de transformar a matéria-prima em um produto com a finalidade de ser comercializado para pessoas ou outras indústrias, isso ocorre com a indispensável participação da força de trabalho humana, incluindo as máquinas e a energia.
A atividade econômica em questão recebe inúmeras classificações, porém podem ser divididas basicamente em dois tipos: indústria de base e de bens de consumo. 


INDÚSTRIA DE BASE
    São aquelas que atuam na transformação de matéria-prima bruta em matéria-prima para outras indústrias, com esse aspecto temos o exemplo das indústrias siderúrgicas, de mineração, química e petroquímica. 


INDÚSTRIAS DE BENS DE CONSUMO

    Nessa categoria industrial o objetivo é a produção direcionada ao consumidor final, para a fabricação de mercadorias que atenda esse mercado é preciso utilizar matéria-prima oriunda da indústria de base. Esse tipo de indústria divide-se em:
• Indústria de bens duráveis: responsável pela produção de mercadorias de grande vida útil, ou seja, longa durabilidade, como automóveis e eletrodomésticos.
• Indústria de bens semi-duráveis: produzem artigos que oferecem uma vida útil média, como roupas, calçados, celulares entre outros.
• Indústria de bens não-duráveis: encarregada pela produção de bens perecíveis, cuja durabilidade é rápida, como o ramo de alimentos e medicamentos.


INDÚSTRIAS INTERMEDIÁRIAS

    É o setor industrial voltado para a produção de peças e equipamentos que serão utilizados pelas indústrias de bens de consumo.
  Exemplos: indústrias que produzem peças de automóveis, peças para eletrodomésticos, peças de computadores, tratores e equipamentos industriais.


INDÚSTRIAS DE PONTA

     São aquelas que desenvolvem e produzem bens que utilizam alta tecnologia em suas fases de produção.         Empregam mão-de-obra especializada e com alto grau de escolaridade. Investem muito em pesquisa nas fases de desenvolvimento e produção, pois privilegiam a inovação tecnológica. Grande parte destas indústrias tem sua matriz em países desenvolvidos.
    Exemplos: indústrias de aviões, de satélites de comunicação, de computadores, equipamentos de diagnóstico médico, de telefones celulares, tablets e smartphones.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

MAPAS - Olimpíada Educativa de Geografia - 2016












SIGLAS DOS ESTADOS DO BRASIL


























N - NORTE
S - SUL
L - LESTE
O - OESTE
NE - NORDESTE
SE - SUDESTE
NO - NOROESTE
SO - SUDOESTE








LINHAS IMAGINÁRIAS DO PLANETA






CONTINENTES














OCEANOS









PAÍSES E CAPITAIS DA AMÉRICA DO SUL









PAÍSES DA AMÉRICA DO NORTE




CAPITAIS:
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA: WASHINGTON D.C. (distrito de Columbia)
MÉXICO: CIDADE DO MÉXICO
CANADÁ: OTTAWA
GROENLÂNDIA: NUUK



________________________________________________________________________________

AMÉRICA CENTRAL CONTINENTAL E INSULAR (GRANDES ANTILHAS)

PAÍSES



AMÉRICA CENTRAL CONTINENTAL E INSULAR (GRANDES ANTILHAS)
LOCALIZAÇÃO NO PLANETA


CAPITAIS DOS PAÍSES DA AMÉRICA CENTRAL CONTINENTAL
BELIZE: BELMOPAN
GUATEMALA: CIDADE DA GUATEMALA
EL SALVADOR: SÃO SALVADOR
HONDURAS: TEGUCIGALPA
NICARÁGUA: MANÁGUA
COSTA RICA: SÃO JOSÉ
PANAMÁ: CIDADE DO PANAMÁ




AMÉRICA CENTRAL INSULAR


CAPITAIS DOS PAÍSES DA AMÉRICA CENTRAL INSULAR (GRANDES ANTILHAS)
CUBA: HAVANA
JAMAICA: KINGSTON
HAITI: PORTO PRÍNCIPE
REPÚBLICA DOMINICANA: SANTO DOMINGO
PORTO RICO: SAN JUAN

_________________________________________________________________________________

EUROPA POLÍTICO










HEMISFÉRIOS



6ª Olimpíada Educativa de Geografia - 4º ano - 2016

Conteúdo a ser estudado:

- Linhas imaginárias do Planeta. ( Localizar o Meridiano de Greenwich, Equador, Trópico de Câncer, Trópico de Capricórnio, Círculo Polar Ártico e Círculo Polar Antártico)

- Hemisférios do Planeta. ( Localizar os hemisférios Norte, Sul, Leste e Oeste, no planisfério)

- Estados e capitais do Brasil. ( Localizá-los no mapa)


- Siglas dos Estados do Brasil. ( Identificar e relacionar as siglas no respectivo estado, no mapa)


O dia do desafio será agendado pela professora da turma, via agenda.

6ª Olimpíada Educativa de Geografia - 5º ano - 2016

Conteúdo a ser estudado:

- Linhas imaginárias do Planeta. ( Localizar o Meridiano de Greenwich, Equador, Trópico de Câncer, Trópico de Capricórnio, Círculo Polar Ártico e Círculo Polar Antártico)

- Hemisférios do Planeta. ( Localizar os Hemisférios Norte, Sul, Leste e Oeste, no planisfério)

 - Estados e Capitais do Brasil. ( Localizá-los no mapa)

- Siglas dos Estados do Brasil. ( Identificar e relacionar as siglas no respectivo estado, no mapa)

- Continentes. (Localizá-los e nomeá-los, no mapa)


- Oceanos. (Localizá-los e nomeá-los, no mapa)

O dia do desafio será agendado pela professora da turma, via agenda.

6ª Olimpíada Educativa de Geografia - 6º ano - 2016

Conteúdos a serem estudados para a 1ª fase:

- Estados do Brasil.
- Pontos de Orientação na rosa dos ventos (pontos cardeais e colaterais)

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 22/02: alunos da manhã
- 23/02: alunos da tarde

___________________________________________________________________


Conteúdo a ser estudado para a 2ª fase:

- Capitais do estados do Brasil.

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 29/02: alunos da manhã
- 01/03: alunos da tarde

_________________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 3ª fase:

- Identificar e localizar os 5 oceanos do planeta.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 07/03: alunos da manhã
- 08/03: alunos da tarde

_________________________________________________________________


Conteúdo a ser estudado para a 4ª fase:

- Identificar e localizar os 6 continentes do planeta.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 14/03: alunos da manhã
- 15/03: alunos da tarde

________________________________________________________________


Conteúdo a ser estudado para a 5ª fase:

- Identificar e localizar as linhas imaginárias do planeta.
- Localizar os hemisférios do planeta.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 21/03: alunos da manhã
- 22/03: alunos da tarde

6ª Olimpíada Educativa de Geografia - 7º ano - 2016

Conteúdos a serem estudados para a 1ª fase:

- Estados do Brasil e suas respectivas siglas.
- Capitais dos estados do Brasil.

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 22/02: alunos da manhã
- 23/02: alunos da tarde

__________________________________________________________________

Conteúdos a serem estudados para a 2ª fase:

- Linhas imaginárias
- Hemisférios
- Regiões do IBGE
- Pontos de orientação

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 29/02: alunos da manhã
- 01/03: alunos da tarde

__________________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 3ª fase:

- Identificar e localizar os 5 oceanos do planeta.
- Localizar os limites corretos dos 6 continentes do planeta.

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 07/03: alunos da manhã
- 08/03: alunos da tarde

___________________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 4ª fase:

- Identificar e localizar os países da América do Sul.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 14/03: alunos da manhã
- 15/03: alunos da tarde

____________________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 5ª fase:

- Identificar as capitais dos países da América do Sul.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 21/03: alunos da manhã
- 22/03: alunos da tarde

6ª Olimpíada Educativa de Geografia - 8º ano - 2016

Conteúdos a serem estudados para a 1ª fase:

- Estados do Brasil e suas respectivas siglas.
- Capitais dos estados do Brasil.
- As 5 regiões do IBGE (agrupamento dos estados por região)

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 22/02: alunos da manhã
- 23/02: alunos da tarde

___________________________________________________________

Conteúdos a serem estudados para a 2ª fase:

- Linhas imaginárias
- Hemisférios
- Continentes
- Oceanos
- Pontos de orientação na Rosa dos Ventos (pontos cardeais e colaterais)

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 29/02: alunos da manhã
- 01/03: alunos da tarde

__________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 3ª fase:

- Identificar e localizar os países da América do Sul.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 07/03: alunos da manhã
- 08/03: alunos da tarde

___________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 4ª fase:

- Identificar e localizar as capitais dos países da América do Sul.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 14/03: alunos da manhã
- 15/03: alunos da tarde

____________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 5ª fase:

- Identificar e localizar os países da América Central Continental e Insular Grandes Antilhas.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 21/03: alunos da manhã
- 22/03: alunos da tarde

6ª Olimpíada Educativa de Geografia - 9º ano - 2016

Conteúdos a serem estudados para a 1ª fase:

- Estados do Brasil e suas respectivas siglas.
- Capitais dos estados do Brasil.
- As 5 regiões do IBGE (agrupamento dos estados por região)
- Pontos de Orientação na rosa dos ventos (pontos cardeais e colaterais)

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 22/02: alunos da manhã
- 23/02: alunos da tarde

______________________________________________________________

Conteúdos a serem estudados para a 2ª fase:

- Linhas imaginárias
- Hemisférios
- Oceanos
- Continentes

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 29/02: alunos da manhã
- 01/03: alunos da tarde

_____________________________________________________________


Conteúdo a ser estudado para a 3ª fase:

- Identificar e localizar os países da América do Sul e suas respectivas capitais.
- Identificar e localizar os países da América do Norte e suas respectivas capitais.

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 07/03: alunos da manhã
- 08/03: alunos da tarde

_____________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 4ª fase:

- Identificar e localizar os países da América Central Continental e Insular, (Grandes Antilhas) e suas respectivas capitais.

O aluno receberá mapas para localizar os conteúdos estudados, e o desafio acontecerá:
- 14/03: alunos da manhã
- 15/03: alunos da tarde

_____________________________________________________________

Conteúdo a ser estudado para a 5ª fase:

- Identificar e localizar os países da Europa.

O aluno receberá mapa para localizar o conteúdo estudado, e o desafio acontecerá:
- 21/03: alunos da manhã
- 22/03: alunos da tarde



domingo, 14 de fevereiro de 2016

Terceira revolução industrial: atividades empregam alta tecnologia.


Olá alunos!!!! Selecionei este material para que vocês consigam compreender a evolução que ocorreu a partir da 1ª revolução industrial, na Inglaterra. Caso seja necessário, use um dicionário, mesmo que seja online, para saber o significado das palavras desconhecidas.

E não esqueça: você só se apropria do conhecimento, quando consegue explicar o assunto.


ENTÃO VAMOS LÁ...







Logo após a Segunda Grande Guerra, a economia internacional começou a passar por profundas transformações. Elas caracterizam a Terceira Revolução Industrial, diferenciando-a das duas anteriores, uma vez que engloba mudanças que vão muito além das transformações industriais.
Essa nova fase apresenta processos tecnológicos decorrentes de uma integração física entre ciência e produção, também chamada de revolução tecnocientífica.
Os avanços da robótica e da engenharia genética são incorporados ao processo produtivo, que depende cada vez menos da mão-de-obra e cada vez mais de alta tecnologia, pautada por um princípio básico: a produção deve combinar novas técnicas com máquinas cada vez mais sofisticadas, a fim de produzir mais com menos recursos e menos mão-de-obra.

Revoluções do passado

Revolução Industrial foi o processo caracterizado pela mudança de uma economia agrária, baseada no trabalho manual, para uma economia dominada pela indústria mecanizada. Teve início na Inglaterra, país que, por volta de 1760, adiantou sua industrialização em 50 anos, em relação ao continente europeu, e assumiu uma posição de vanguarda na expansão colonial.
Essa Revolução caracteriza-se pelo uso de novas fontes de energia, pela invenção de máquinas que aumentam a produção, pela divisão e especialização do trabalho, pelo desenvolvimento do transporte e da comunicação e pela aplicação da ciência na indústria.
Em pouco tempo, os novos modos de produção, marcados pela passagem da manufatura à indústria mecânica, se espalharam pelo mundo. Recordando a história desses novos meios de produção, podemos dividir a Revolução Industrial em três períodos:
  • Primeira Revolução Industrial (1760-1860) - A energia movida a vapor foi usada na extração de minério, na indústria têxtil e na fabricação de uma grande variedade de bens que, antes, eram feitos à mão. O navio a vapor substituiu a escuna e a locomotiva a vapor substituiu os vagões puxados a cavalo. O trabalho físico começou a ser transformado em força mecânica. Teve início o funcionamento do primeiro instrumento universal de comunicação quase instantânea, o telégrafo.
  • Segunda Revolução Industrial (1860-1900) - É caracterizada pela difusão dos princípios de industrialização em diversos países: FrançaAlemanhaItália,BélgicaEstados Unidos Japão. O destaque ficou com a eletricidade e a química, resultando em novos tipos de motores (elétricos e à explosão), no aparecimento de novos produtos químicos e na substituição do ferro pelo aço. Houve o surgimento das grandes empresas - que, por vezes, se organizavam em cartéis (grupos de empresas que, mediante acordo, buscam determinar os preços e limitar a concorrência) -, do telégrafo sem fio e do rádio.
As duas primeiras revoluções industriais tinham por objetivo usar a tecnologia para produzir produtos baratos e em grandes quantidades. A substituição do trabalho braçal, na primeira, e o desenvolvimento de sofisticadas estratégias gerenciais, na segunda, não visavam substituir trabalhadores por máquinas, uma vez que os trabalhadores desempenhavam papel central e indispensável no processo produtivo.

Novas tecnologias

O impacto das novas tecnologias da Terceira Revolução Industrial não se restringe apenas às indústrias, mas afeta as empresas comerciais, as prestadoras de serviços e, até mesmo, o cotidiano das pessoas comuns. Ou seja, trata-se de uma revolução muito mais abrangente. Em termos de magnitude e abrangência, a Terceira Revolução Industrial não se restringe a alguns países europeus, aos EUAe ao Japão, mas se espalha pelo mundo todo. É causa e, ao mesmo tempo, consequência da globalização.
Na atual fase da revolução, o modo de produção difere tanto da produção artesanal - em que os trabalhadores, com o uso de ferramentas manuais, fabricam cada produto, um de cada vez, de acordo com as especificações do comprador - quanto da produção industrial ou em massa - na qual os trabalhadores operam equipamentos que produzem produtos padronizados e em grandes quantidades.
Na fase contemporânea da Revolução Industrial, busca-se combinar as vantagens das produções artesanal e industrial, evitando o alto custo da primeira e a inflexibilidade da última. A produção usa metade do esforço humano na fábrica, metade do espaço físico e há investimentos maciços em equipamentos.
Com a aplicação das novas descobertas científicas no processo produtivo, ocorre a ascensão de atividades que empregam alta tecnologia. Como exemplos, temos a informática, que produz computadores e softwares; a microeletrônica, que fabrica chips, transistores e produtos eletrônicos; a robótica, que cria robôs para uso industrial; as telecomunicações, que viabilizam as transmissões de rádio e televisão, a telefonia fixa e móvel e a Internet; a indústria aeroespacial, que fabrica satélites artificiais e aviões; e a biotecnologia, que produz medicamentos, plantas e animais manipulados geneticamente.

Rumo à Quarta Revolução

As novas máquinas são capazes de realizar funções que vão desde a extração de matéria-prima até a distribuição do produto final e a realização de serviços. Os computadores e robôs não são usados para criar novos produtos, como os teares a vapor ou os tornos movidos a motor elétrico, mas, sim, para desempenhar atividades antes executadas por pessoas.
As empresas multinacionais e de informatização, ao substituírem a mão-de-obra humana, contribuem para a eliminação de postos de trabalho, o que amplia o desemprego. Em muitos ramos, quase desapareceram os operários tradicionais. Em outras palavras, as novas tecnologias de produção, somadas a diversas razões de ordem econômica e social, podem levar ao fim de uma sociedade organizada com base no trabalho humano.
Vale lembrar que, atualmente, o mundo ruma na direção da Quarta Revolução Industrial. Estamos ingressando numa revolução que mobiliza as ciências da vida, sob a forma da biotecnologia, assim como várias áreas das ciências exatas e de outros ramos do conhecimento, e que responde pelo nome de nanociência ou nanotecnologia.